BAIXAR LIVRO CABINE PRIMARIA


Baixe grátis o arquivo Cabine gilles-gauthier.info enviado por agatha no curso de Engenharia Elétrica na UniFOA. Sobre: Livro Cabine Primaria. Download. CAPTULO III - RETIFICADORES CONTROLADOS A. TIRISTOR Os retificadores no controlados apresentados so usados na converso da tenso alternada em. Compre CABINE PRIMARIA - SUBESTAÇOES DE ALTA TENSAO DE, do(a) ERICA. Confira as melhores ofertas de Livros, Games, TVs, Smartphones e muito .

Nome: livro cabine primaria
Formato:ZIP-Arquivar (Livro)
Sistemas operacionais: iOS. Windows XP/7/10. MacOS. Android.
Licença:Apenas para uso pessoal (compre mais tarde!)
Tamanho do arquivo:71.18 Megabytes

LIVRO PRIMARIA BAIXAR CABINE

Como é o cheiro da casa? A iluminância do entorno imediato deve estar de acordo com a Tabela A atendente do bar ou o homem de bigode de cartola preta no canto superior direito? Kevin é um boneco. Os interruptores four-way executam duas ligações diferentes Figura 3.

CAPTULO III - RETIFICADORES CONTROLADOS A. TIRISTOR Os retificadores no controlados apresentados so usados na converso da tenso alternada em. Compre CABINE PRIMARIA - SUBESTAÇOES DE ALTA TENSAO DE, do(a) ERICA. Confira as melhores ofertas de Livros, Games, TVs, Smartphones e muito . Cabine Primária - Subestação de Alta Tensão de Consumidor eBook: Devido ao tamanho do arquivo, o download deste livro poderá ser mais demorado. Veja grátis o arquivo Livro Cabine Primaria enviado para a disciplina de Elétrica Categoria: Outro - 4 - Cabine Primária - Substações de Alta Tensão de Consumidor. (Cód: ). Gedra,Ricardo Luis; Barros,Benjamim Ferreira de - Editora Érica (Livro Digital).

A textura da madeira correndo em diagonal de noroeste a sudeste? E o reflexo da sra. Vemos o azul do seu vestido e o branco da manga rendada, mas podemos ver também o recorte do babado na borda trabalhada da renda.

Seu braço é visível nesse reflexo, bem como oito de seus dedos. Se tivéssemos deixado escapar a mesa de mogno da primeira vez, também nos teria escapado o anel de casamento ausente. Winthrop, ou simplesmente o artista brincando num jogo visual com o espectador. Nunca se sabe quando um pequeno detalhe resolve um caso ou fornece uma resposta enganosa. Deixar escapar detalhes fundamentais significa deixar escapar outros detalhes importantes aos quais eles podem conduzir.

Quando vemos a mesa de mogno, podemos ver o anel ausente. Quando vemos a esposa do paciente sentada na cabeceira da cama, podemos ver um histórico de caso mais meticuloso. Quando vemos as calças viradas do avesso, podemos ver uma tentativa consciente de encobrir.

Veja a maneira como a sra. Teria o artista nos deixado de propósito uma pista sobre a sra. Se fizéssemos30 investigações adicionais nesse rumo, descobriríamos que a sra. Viram-se levemente de lado, os ombros ficam rijos. Tinha acabado de entrar na sala de tratamento parcamente iluminada, e, antes que eu pudesse dizer uma palavra, a massagista me perguntou se eu estava com frio e se meu pescoço doía.

Ela me vira olhando rapidamente para o aquecedor no canto da sala e esfregando nervosamente o pescoço — duas ações mínimas, inconscientes. Ela executou um serviço de primeira classe só por ter coletado detalhes a partir da minha linguagem corporal. Sloan e a massagista leram essas mensagens em nosso olhar e postura. Uma vez que alguns dos meus clientes usam codinomes no trabalho, decidi fazer o mesmo para nos ajudar a lembrar os passos. Se Lowery tivesse saído do prédio só com a roupa de baixo, isto sim teria sido inusitado — teria sobressaído, e provavelmente levado os investigadores a detectar o fato imediatamente.

Em vez disso, a mulher fundia-se com todas as outras pessoas do hospital. Somos instintivamente atraídos para o novo, o inovador, o estimulante. Para fazer isso, precisamos olhar de novo. Precisamos olhar a cena inteira, toda ela, desde as margens, indo e voltando mais de uma vez. Finalmente, devemos nos reposicionar nós mesmos.

Chegar mais perto, depois recuar. Andar ao redor para mudar nossa perspectiva. Com quantas podemos lidar? Um recente estudo32 estabelece que o limite para a nossa memória de trabalho é de nada impressionantes quatro coisas. Quanto mais tarefas você executa, mais utiliza da nossa limitada fonte de recursos.

Assim, se os investigadores estivessem preenchendo relatórios sobre um crime diferente e falando ao telefone enquanto assistiam às imagens das câmeras de vigilância do prédio de Linda Stein, teriam reduzido drasticamente suas chances de ver detalhes importantes. Para evitar esse escoamento cerebral resultante das multitarefas, concentre-se em vez disso em uma tarefa apenas de cada vez. Deixe outras distrações de lado, feche o computador, ignore o telefone e simplesmente observe.

É por isso que paramos de sentir a cadeira na qual estamos sentados ou as roupas que estamos vestindo. Psicólogos acreditam que podemos impedir o nosso sistema de controle cognitivo de perder a vigilância, e ajudar a reter um foco duradouro, simplesmente fazendo pausas. A chave é se envolver em uma atividade completamente diferente daquela que você estava fazendo.

Segundo, relaxe por dez minutos a cada noventa trabalhados. Barulho excessivo40 e sobrecarga sensorial também podem contribuir para o estresse do cérebro, e fazer com que ele trabalhe com menos efetividade. Arranje um local tranquilo para ficar. Recomendo fortemente um museu próximo! Muitas pessoas famosas41 encontraram suas famosas soluções enquanto faziam uma pausa. O mesmo vale para qualquer pessoa para quem o estudo da arte seja uma atividade nova e incomum.

Os investigadores estavam convencidos de que, quando Natavia Lowery deixou o prédio com uma grande sacola, esta continha a arma do crime.

Eles estudaram o formato da sacola, a maneira como ela se deformava na parte de baixo, o quanto parecia pesada. Eles estavam procurando uma arma fumegante na verdade, um instrumento para golpear em vez de simplesmente olhar. E, em alguns casos, talvez tenhamos simplesmente que deixar outra pessoa olhar. Peça a outra pessoa para olhar com você Finalmente, como cada pessoa percebe o mundo de maneira diferente, você talvez queira recrutar ajuda na sua busca.

Traga alguém para olhar com olhos novos, preferivelmente alguém com perspectiva, histórico e opiniões diferentes das suas. Gerente de vendas de uma empresa de limpeza comercial, ele tinha engatilhado um grande novo cliente, mas uma coisa estava atrapalhando: o contrato deste com um concorrente. O cliente potencial era um centro de serviços médicos com quarenta prédios, um negócio gigantesco para a companhia de Bliss, e ele estava determinado a fechar o negócio.

Tendo recentemente participado do meu curso, Bliss decidiu experimentar o sistema Cobra. Lembrou-se do primeiro passo: camuflagem. A resposta podia estar bem na sua frente, mas oculta. Talvez ele devesse se concentrar em alguma outra parte do documento. Uma coisa de cada vez. Realinhar expectativas.

Um jeito de sair do contrato. Talvez esta seja a expectativa errada. Um jeito de o cliente ficar nocontrato? Peça a alguém para olhar com você. Bliss chamou um amigo advogado. Bliss fechou o negócio. Às 23h32 de uma clara noite de dezembro de ,45 enquanto os pilotos do voo da Eastern Air Lines se preparavam para aterrissar o jato Lockheed Tristar no setor doméstico do Aeroporto Internacional de Miami após um voo tranquilo do JFK, o comandante notou que o indicador luminoso do trem de pouso na cabine estava apagado.

E, nesse ínterim, segundo as transcrições do gravador de voz da cabine, deixaram de ver todo o resto. O jato iniciou uma descida suave sobre o Everglades. Ninguém na cabine notou. Em vez disso, de passageiros, inclusive todo mundo na cabine de comando, perderam a vida no desastre. Nós narramos, mandamos mensagens de texto ou e-mails e escrevemos aquilo que vimos.

A casa fica perto de uma rua movimentada ou perigosa? Uma vez dentro da casa, eles devem analisar todo o ambiente. Como é o cheiro da casa? As janelas têm cortinas?

CABINE BAIXAR PRIMARIA LIVRO

Uma xícara? Uma colher entortada? Um isqueiro? Uma Bíblia? No momento do encontro com as crianças, peço para que olhem seus dentes. Ela exibiu uma linguagem corporal defensiva ao colocar o corpo na pequena abertura da porta, cheirava a cigarro e ignorou o pedido de Longley por abrigo contra a pesada neve que caía. Em vez de se desviar do objetivo por sentir-se insultada ou agredida, por estar com os pés gelados ou pela péssima atitude da mulher, Longley permaneceu observadora e objetiva.

Poderia sua reserva ser atribuída a uma atitude defensiva? Talvez no passado ela tivesse tido experiências ruins com autoridades. Olhe para as duas imagens a seguir. Em termos ideais, você deve passar de dois a cinco minutos neste exercício. Notou a diferença no vestir? No fundo? Nos cabelos? E quanto à semelhança da cor de pele ou no fato de estarem ambos ao lado de uma mesa? Você incluiu as diferenças dessas mesas? E a linguagem corporal? Como você descreveria a postura deles?

Como variam as expressões deles? Agora volte e procure especificamente por detalhes nas duas figuras. Você reparou na poeira e nos arranhões na imagem da direita? Nos livros enfiados debaixo da mesa na imagem da esquerda — dois grandes, quase da altura do joelho do sujeito, encostados contra a perna dourada da mesa? Neste caso, é sim um detalhe significativo: existem pelo menos 25 mil pinturas de George Washington na história da arte norte-americana, mas só três delas contêm arco-íris.

O arco-íris foi adicionado para simbolizar as tempestades das décadas anteriores e os dias prósperos que estavam pela frente. Se você deixou de ver o arco-íris ou os óculos, a bainha da espada ou os enormes livros, lembre-se de usar o Cobra quando estiver buscando detalhes.

Procure especificamente por coisas que possam estar camufladas, concentre-se em apenas uma tarefa de cada vez, faça uma pausa e volte para a busca, realinheas suas expectativas do que achou que poderia ver e peça a alguma outra pessoa para dar uma olhada junto com você.

Uma imagem é em preto e branco, a outra é colorida. Outro fato mais amplo que muita gente deixa passar: um é uma pintura e o outro é uma fotografia. Tudo precisa ser notado — exatamente como a mesa de mogno da sra. Qual é a sua mesa de mogno? Olhe ao seu redor, para a sua casa, o seu local de trabalho, e faça a si mesmo esta pergunta. Agora vamos soltar nosso analista interior de inteligência e descobrir como dar sentido àquilo que encontramos.

O mundo continuou a olhar para o outro lado. Até o dia em que apareceram olhos enormes. A favela para a qual ninguém queria olhar estava subitamente olhando para eles. O que significavam os olhos? De quem eram? Subiu na favela e se apresentou para a primeira pessoa que viu. Ele comenta4 como frequentemente evitamos olhar as pessoas nos olhos, algo que ele espera poder remediar com sua arte direta. Foram as mulheres que falaram com a mídia sobre o projeto — o projeto delas —, e eu fiquei muito comovido em ver como cada uma o traduziu em suas próprias palavras.

Com seu projeto,7 chamado Women Are Heroes, JR foi capaz de ajudar a mudar a maneira como o resto do Rio de Janeiro, e o resto do mundo, enxergava o foco pernicioso em seu quintal mudando sua perspectiva. O projeto também modificou o modo como os moradores da favela viam a si próprios. O fato de serem modelos internacionais lhes deu um novo senso de orgulho; ser parte de um movimento global mudou sua perspectiva sobre sua capacidade de efetuar mudanças.

Agora o morro da Providência tem seu próprio site na internet, enquanto os moradores continuam a organizar e gerir eventos semanais no centro cultural que JR deixou. As fotografias mudaram até mesmo a perspectiva do governo local. Sem ela, temos apenas um quadro parcial de alguma coisa. Ela é cuidadosamente considerada e, em muitos casos, manipulada pelo artista de modo a direcionar propositalmente o olho do espectador. Nós vamos também usar a perspectiva a nosso favor, assumindo conscientemente seu controle para garantir que estejamos seguindo cada pista possível.

Originada no século XIV, a palavra perspectiva foi usada inicialmente para descrever um objeto físico, especificamente um vidro óptico capaz de mudar a maneira como uma coisa era enxergada. A perspectiva de um telescópio, portanto, era uma peça real de vidro curvo dentro do instrumento. Começaremos apreciando e analisando a perspectiva, tanto a partir do exterior como do interior.

Perspectiva física O dr.

eBooks por Gedra,Ricardo Luis; Barros,Benjamim Ferreira de

Wayne W. Recue, agache e ande em volta de tudo. Peguemos esta tigela de alimentos: Giuseppe Arcimboldo, O verdureiro, c. Agora vamos dar uma olhada na mesma imagem de cabeça para baixo: Giuseppe Arcimboldo, O verdureiro, c.

Você teria adivinhado que havia um homem de barba escondido no interior dela? Se tivéssemos assumido o compromisso de olhar a imagem de todos os ângulos, inclusive de lado e de cabeça para baixo, nós o teríamos visto. Todos nós deveríamos ter esse comprometimento. Recentemente, eu estava no setor de chegada de bagagens de um aeroporto internacional, aguardando uma colega que viria me receber. Enquanto todo mundo em volta estava andando, pegando a bagagem, consultando guias e mapas ou fazendo fila para uma dezena de linhas aéreas, o fato de estar sentada me deu imediatamente um perfil especial.

Quando ela se afastou saltitante, deixou sua perspectiva comigo, pois tudo que de repente eu conseguia ver era como o mundo deve parecer um ambiente estranho e barulhento quando você só chega na altura do joelho das pessoas e ninguém o olha no olho.

Ele segura uma funda e uma pedra, e pode ser visto sob uma claraboia construída especialmente para ele na Academia de Belas-Artes de Florença. Ele tem sido chamado frequentemente de forte, heroico, relaxado, lânguido, contemplativo, tranquilo e até mesmo etéreo. Se dermos a volta, chegarmos ao nível dos olhos e a investigarmos a partir de outros pontos de vista, ela nos conta uma história diferente. Michelangelo, Davi detalhe A imagem tranquila e relaxada de Davi desaparece quando chegamos mais alto e mais perto.

Bem de perto, o olhar é intenso, possivelmente preocupado. Ele na verdade é ligeiramente vesgo. Como Michelangelo pretendia que as pessoas vissem o Davi? Para lembrarem-se uns aos outros de olhar constantemente em todas as direções, pilotos na Segunda Guerra Mundial inventaram uma frase ainda usada no exército fiquei sabendo que treinadores de futebol americano também gostam dela : saiba olhar ao redor.

De minha parte, emprego um truque que aprendi com o FBI. Ou no departamento de marketing. Ou no estabelecimento comercial de um cliente. Assim como os antigos gregos26 entalhavam sulcos nas suas estradas de pedra para facilitar que carroças pesadas fossem puxadas por bois e burros, nossos cérebros amantes de eficiência deliberadamente buscam padrões similares. Infelizmente, às vezes ficamos emperrados nessas rotinas. Para mim, isso ocorre com mais frequência quando preciso redigir uma proposta técnica.

Quero que ela seja perfeita. Preciso que ela seja perfeita. Quinze minutos ao ar livre, e volto renovada; e geralmente com a resposta que estava procurando. Melhor ainda do que simplesmente andar é observar o que você vê pelo caminho.

Cientistas descobriram que apenas olhar pode ter um impacto profundo sobre a capacidade de desempenho do cérebro. Para fazer isso, busque fatos objetivos — quem, o quê, onde e quando — enquanto estiver andando. Um senso de perspectiva Enquanto estamos numa caminhada de mudança de perspectiva, ou em qualquer outro momento em que estejamos catalogando observações, devemos nos lembrar de usar todos os nossos recursos como coletores de dados, especificamente olhar com mais do que apenas os olhos.

Conforme escreve Corey S. Sua carteira e telefone celular foram deixados na sua sala. Quando abriu a porta do banheiro, recuou devido ao mau cheiro. Quando abriram a parede entre o banheiro e o laboratório, encontraram o corpo da vítima. Se as pessoas tivessem ouvido o ventilador, poderiam tê-lo desligado e usado seus narizes mais cedo. Para mim, descobri que o melhor jeito de acionar os meus outros sentidos é fechar os olhos por um instante.

E você vai descobrir que os outros sentidos realçam aquilo que você vê. Podemos praticar esta habilidade usando arte, do mesmo modo que a usamos com dados visuais.

Para provar isto, vamos analisar a seguinte pintura de Édouard Manet. Vou lhe dar uma dica inicial e dizer onde estamos: Um bar no Folies-Bergère, um cabaré em Paris. Édouard Manet, Um bar no Folies-Bergère, Este é um quadro complicado, repleto de gente e objetos. Quem é a personagem principal?

A atendente do bar ou o homem de bigode de cartola preta no canto superior direito? E a mulher no canto superior esquerdo, de quem podemos ver apenas os sapatos verdes pontudos — a trapezista? Vamos listar alguns dos sons que esperaríamos ouvir. Copos tinindo. Pessoas conversando. Talvez o tilintar dos cristais dos candelabros devido ao movimento do ar ou o rangido das articulações do trapézio?

O que poderíamos cheirar? As laranjas. As bebidas alcoólicas. As flores no vaso sobre o bar. E as flores no colo da mulher? Qual seria o cheiro da fumaça? E o sabor? Agora estudemos as diferentes perspectivas na pintura. O que ela vê? Luzes e candelabros, fumaça e gente. Vamos nos colocar no lugar dele. Se fôssemos ele, o que estaríamos querendo dela? Quando nos inserimos ativamente na cena, seu olhar vago pode assumir um significado inteiramente novo. Em vez de desligada ou deprimida podemos vê-la como rude ou preguiçosa.

Agora vamos erguer nossa lente e ver as coisas de um ponto de vista totalmente diferente: o da trapezista. Esforçar-se para ver o mundo a partir da perspectiva de outras pessoas pode tornar qualquer cena mais vívida.

Mas seu valor é muito mais do que estético. Em vez de apenas ficar parados onde estamos, vamos examinar qual seria o aspecto do mundo a partir dos olhos dessa pessoa. Era um problema de perspectiva. Eu disse a eles para dar uma olhada no panfleto da perspectiva dos doadores. Pratique colocar-se ativamente no lugar dos outros tanto física como mentalmente.

O que uma reprimenda de dedo em riste representa para uma criança que a vê de baixo? É um trabalho duro. Esta atividade em si bastou para elevar a minha própria consciência dos pontos de vista dos meus familiares. Colocarmo-nos no lugar de uma pessoa41 ficcional ou famosa pode nos auxiliar a modificar a nossa linha de pensamento quando estamos empacados. Como Shakespeare atacaria esse seu problema de produtividade?

Que novas características dariam ao seu produto ou serviço um fator competitivo, segundo a Oprah? O que diria o Homem-Aranha sobre a linguagem desrespeitosa? Na foto, a filha de Mollan estava de pé, totalmente vestida e numa pose adequada, entre dois amigos, rapazes musculosos da sua idade que estavam sem camisa.

O seu diretor? O pastor?

Um futuro encarregado de aprovar sua entrada na faculdade? Eles simplesmente presumiram que a polícia o ouviria e desligaria. Quanto mais cedo teriam achado o corpo de Le se alguém o tivesse mencionado?

Se você mora em Nova York, pode ser o onipresente barulho de sirenes. Para isto, faça a si mesmo as seguintes e simples perguntas: O que estou deixando de fora? Por que ela fez o que fez? Por que ele foi embora?

Por que alguém sabotou um sistema ou teve uma crise de raiva ou rompeu conosco ou deixou a cidade ou incendiou a ponte? Compreender como os outros veem as coisas, com que fatos da vida poderiam estar lidando, pode ajudar a responder por que agem da forma que agem. Em , ajudei o Corpo da Paz a planejar um programa de treinamento para sua equipe de resposta a violência sexual.

Colocar-se no lugar dela apresenta explicações alternativas. De forma similar, ao mesmo tempo que é imperativo descobrir o que a vítima sabe sobre o perpetrador, é igualmente importante olhar as coisas a partir da perspectiva do agressor. Que fatos a seu respeito poderiam ter contribuído para o incidente?

Finalmente aventuraram-se a subir o morro, reuniram-se com os moradores e descobriram como era viver sob o punho dos chefes das facções, isolados pela geografia, precisando descer degraus só para chegar a uma mercearia. E, em julho de ,43 foi inaugurado um novo sistema de teleférico para ligar a favela à cidade abaixo. A mesma brisa morna que alisa os barcos ao longo da superfície sopra pela vidraça aberta.

A aldeia é um tumulto de cores, desde as flores locais que florescem o ano todo até as construções fortemente coloridas que abraçam as praias cobertas de seixos. O que os estudiosos acreditam ter mudado foi a maneira como o artista enxergava o mundo. Para Matisse, a vida em era muito diferente da vida nove anos antes.

CABINE BAIXAR PRIMARIA LIVRO

A Primeira Guerra Mundial havia acabado de começar, e a França estava sofrendo grandes perdas. Por que isto é importante? Porque a nossa mudança de perspectiva pode mudar as nossas observações. O mar poderia parecer azul para nós, mas realmente preto para ele. Destaquei isto no treinamento da equipe de violência sexual do Corpo da Paz: que uma vítima podia mudar os fatos de sua história simplesmente porque com o tempo podia se lembrar das coisas de forma diferente. Pesquisas contemporâneas sugerem que quanto mais recordamos uma coisa, mais nos lembramos ou mais refazemos a nossa memória dessa coisa, sobretudo se ela estiver ligada a uma experiência emocional.

Elizabeth A. Em vez de descrever apenas experiências a partir do nosso próprio ponto de referência, precisamos estar sintonizados com as perspectivas dos outros, de modo que sejamos mais capazes de acomodar suas necessidades e desejos.

Judy se propôs a visitar uma paciente terminal na nova ala de repouso feminina com um cobertor vermelho vivo. Ela ouvira dizer que a mulher vivia se queixando de frio, uma queixa comum em pacientes com câncer. Frio significa muito mais do que simplesmente temperatura baixa. Havia uma pequena janela que dava para uma paisagem urbana inócua. E a sua palidez combinava com o quarto.

Também combinou com as enfermeiras de levar a mulher ao jardim do hospital com regularidade. Mudar a nossa perspectiva nos permite ver coisas pela primeira vez ou de forma nova. E estava diante da minha própria casa. Quando entrei no hall, um homem vestido de preto correu na minha frente, passou pela porta aberta e saiu para o quintal. Só pude ver as suas costas. Ele segurava um saco marrom que parecia volumoso e pesado.

Simplesmente apertei o gatilho. Ele estava morto. Nunca esperei terminar o dia segurando uma arma, muito menos matando alguém. Depois que registrei minha presença, fui levada a um dos salões de festa do hotel, onde me disseram que era hora do meu teste no Fats firearm trainingsimulator — simulador de treinamento com armas de fogo.

Fui informada de que todo mundo na conferência tinha de fazê-lo. Quem pode dizer o que é apropriado? A tela se acendeu. De repente, eu estava parada num beco escuro com rugosas paredes de tijolo dos dois lados. Ele estava parado no meio de uma passagem pouco mais de um metro adiante.

Vestia jeans folgado e jaqueta de couro. Cabelos castanhos gordurosos saíam de baixo de uma touca e se enrolavam por cima da gola da camisa. Parei e fiquei quieta, embora ligeiramente vacilante, insegura do que fazer. De repente o homem se virou e me atacou com uma faca. Baixei a arma e apertei o gatilho. O vídeo parou e o oficial reapareceu. Sem demora, a segunda cena começou. Eu estava num quintal de fundos. Os homens pararam e olharam para mim.

Como sabiam que eu era mulher? O homem da direita, corpulento, com uma barba cerrada e uns bons quinze centímetros mais alto do que eu, soltou o outro, magricela e sem barba.

Eu me mantive firme no lugar. Ele ergueu a pedra e a baixou para onde deveria estar a minha cabeça. O vídeo parou. Teve início o terceiro vídeo. Desta vez eu estava dirigindo um carro. Sem hesitar, atirei nas costas dele, matando-o. Passei muitas noites angustiantes depois disso tentando entender por que havia puxado o gatilho. Notara o gênero, a altura e os traços faciais dos meus companheiros, bem como o que estavam vestindo e carregando.

Eu tinha absorvido o ambiente, tanto o quadro geral como os pequenos detalhes. Andar e falar, sim. Anna Pou. Carregou suprimentos, auxiliou nas rações de comida e cumpriu turnos de duas horas movendo manualmente respiradores para manter pacientes vivos.

Todas as suas boas ações, porém, foram ofuscadas pelas decisões que tomou ao definir suas prioridades. Quando as enchentes cercaram o hospital, ele ficou sem eletricidade, os sistemas de saneamento pararam de funcionar, a comida acabou e a temperatura do prédio chegou a mais de 43 graus. Pou era um deles. Priorizou quem necessitava ser transferido e em que ordem, e quem podia ser deixado ali, com base nas condições médicas que observou.

Pelos seus esforços, foi posteriormente chamada de heroína e assassina. Pou também foi chamada a prestar contas das suas decisões meses depois, e foi julgada por elas fora do contexto em que as tomou. Todos nós corremos o mesmo risco com demasiada frequência. Tudo, desde administrar relacionamentos até orçar finanças, pode sair rapidamente — ou ser obrigado a sair — de controle.

Durante um programa que lecionei, que incluía operadores do serviço telefônico de emergência, o , fiz todos os participantes formarem duplas. Uma pessoa olhava uma tela na frente da sala e a outra ficava de costas para a tela e fazia anotações. Todo mundo falou das abóboras, alguns dizendo que estavam esmagadas no primeiro plano.

Deixe-me repetir: este grupo incluía operadores do serviço de emergência. Todos nós devemos ter um. No mundo médico, eles usam o sistema de triagem para descobrir e cuidar primeiro dos mais debilitados.

Nas forças armadas, é usada a triagem reversa — empregada pela dra. Pou no seu hospital — para evacuar primeiro os que têm mais chance de viver. Por exemplo, digamos que você tenha acabado de visitar um lar para fazer uma checagem de bem-estar social. O que eu sei?

Aí mudaremos nossa perspectiva física e mental, reorientando-nos para ver melhor tanto os pequenos detalhes quanto o quadro geral. Uma vez terminado esse processo, analisaremos todos os dados e decidiremos o que é mais importante. Você notou algum dos seguintes? Digamos que você foi chamado a entrar num apartamento, como o de Linda Stein, para investigar um assassinato. Na coluna 1, numere cada fato segundo aquilo que poderia ser o mais importante.

Imagine que essa é a casa de uma pessoa desaparecida, tal como Annie Le. Como a ordem de importância mudaria? Na coluna 2, numere cada fato segundo o que você acredita que agora seja mais importante.

Na coluna 3, numere os fatos em ordem de importância. Vamos mudar de marcha. Imagine que você é um designer de interiores chamado para reformar e renovar completamente esse espaço. Use a coluna 4 para numerar os fatos segundo o que poderia ser o mais importante. Finalmente, se você fosse contratado por uma sociedade de história para renovar e preservar esta sala, qual seria a ordem de importância do que você viu? Preencha a coluna 5.

Para a busca por uma pessoa desaparecida, seria a hora marcada pelo relógio. Ele fez um belo trabalho, exceto que deixou de mencionar a mesa e as cadeiras em cima da ponte. Ignorar o desconhecido pode ser perigoso. Durante meses. Sabendo que sir Arthur Conan Doyle estudou medicina sob a tutela do notoriamente observador dr. Quando declaramos propositalmente a negativa pertinente, somos mais acurados.

O investigador Gerald Wright, do Gabinete do Procurador Distrital da Carolina do Norte, foi chamado para investigar um acidente fatal envolvendo um barco. O que estava faltando no acidente do barco que devia estar ali?

Em vez disso, ele se inclinou para um dos lados e ejetou o passageiro, que foi atingido pela hélice enquanto o barco era manobrado em círculos ao redor da vítima. Em vez disso, eu lhes ensino a empregar a busca da negativa pertinente que os investigadores usam quando tentam determinar se uma pessoa desaparecida é vítima de um sequestro ou fugitiva.

Professores podem notar o mesmo no nível de envolvimento dos pais na turma da criança, ou na falta desse interesse. Determinada a reparar o problema, Hunter começou uma coleta em seu colégio.

Quanto mais cedo descobrimos algum problema, mais rapidamente ele pode ser reparado. O que eu preciso saber?

Fazer esta pergunta pode nos ajudar a priorizar um potencial trabalho de acompanhamento, mostrando-nos a que dedicar o nosso tempo e os nossos recursos. Agora você tem uma lista personalizada de prioridades mostrando explicitamente em que coisas precisa trabalhar para descobrir primeiro.

Sem que eu sequer percebesse, minhas prioridades guiaram minhas ações e resultaram na morte de um homem desarmado. O resultado poderia ter sido o mesmo para alguém com prioridades diferentes, mas sou grata ao fato de a experiência simulada ter me dado a chance de rever e praticar priorizações fora de um incidente na vida real. Sim, parecem ser. Olhe de novo. Uma delas usa óculos. A terceira mulher a partir da esquerda usa um relógio no pulso esquerdo.

Embora pudesse ser um bom palpite, ainda assim era uma inferência. Poderiam ser atrizes reencenando cenas históricas. Que outros fatos sabemos? Que tal o onde? E o quando? Alguém me disse que parece uma fotografia moderna, mesmo que as mulheres estejam trajando vestidos antigos. Podemos ver que é de dia, mas só isso. Por fim, o que queremos saber? Tudo, é claro, mas estabeleçamos prioridades. E acontece que eu posso lhes dizer. Mais de quatrocentas crianças foram tomadas em custódia.

Enquanto outras pessoas poderiam ter buscado situações diferentes para rastrear quem eram as mulheres ou onde isto ocorreu, ao estreitar o nosso foco para aquilo que mais queríamos saber obtivemos a maioria das respostas no menor tempo. Coisas importantes agregam valor no longo prazo. O presidente Dwight D. A casa pegando fogo é decididamente um fato urgente, mas é o mais importante?

O que sabemos? Como o incêndio começou. A casa pegando fogo é urgente, mas o mistério mais importante diz respeito ao freguês indiferente. Ele é um bombeiro. Analisemos este fato novo. Por que, entre todas as pessoas, um bombeiro haveria de estar pegando abóboras diante de uma casa em chamas? Quando sabe que foi provocado de propósito como exercício de treinamento. O fotógrafo Joel Sternfeld deparou-se por acaso com esta cena quando viajava pelo país na sua perua Volkswagen. O título da famosa fotografia,20publicada na revista Life, revelava nada mais que uma data e um local: McLean, Virgínia, dezembro de Espectadores e críticos a interpretaram igualmente pelo que parecia ser: uma triste evidência de incompetência profissional, Nero em busca de abóboras enquanto Roma arde.

Só mais tarde Sternfeld confirmou21que a foto na verdade retratava um exercício controlado de treinamento e um bombeiro fazendo uma pausa honesta. Se alguma pessoa, qualquer pessoa, seguisse o fato mais importante — um bombeiro descansando —, a verdade poderia ter sido descoberta muito mais cedo. A maioria escolhia brinquedos ou bonecas. Alguns escolhiam novos pares de tênis. Mas a escolha de uma criança se destacou: ela escolheu cereais matinais, papel higiênico e pasta de dentes.

Sem dizer uma palavra, a criança comunicou suas prioridades, e ao fazê-lo nos permitiu dar uma espiada na sua vida pessoal. Devemos ter consciência do que as nossas prioridades dizem aos outros. Nosso chefe sabe até onde somos capazes de ir para conseguir um novo negócio?

Nossa namorada sabe que é mais importante do que aquele telefonema? Nossos filhos sabem que passar um tempo com eles é mais importante que tudo? Philip Evergood, Dowager in a Wheelchair, O quadro é uma cacofonia de cor e movimento, e é pintado a partir de uma perspectiva incomum. Flores brotam de jardineiras junto a janelas. As costas nuas de uma mulher de sapatos vermelhos de salto alto podem ser vistas através da janela. Ela calça sapatos de salto baixo com tira estilo Mary Jane.

Basta pensar com cuidado, especialmente em um contexto profissional, sobre o que acreditamos ser importante antes de apresentar nossos achados. O passo seguinte: aprender como articular efetivamente o que descobrimos. Na ausência de informações sobre o seu paradeiro, Levy virou assunto para a cultura popular, inclusive piada em talk shows noturnos. Eles foram instruídos a vasculhar noventa metros de ambos os lados a partir de cada uma das estradas que cortavam o parque.

No fim do dia, encerraram a busca sem terem encontrado nada. Posteriormente, foi determinado que a ordem efetiva era explorar noventa metros a partir de cada uma das trilhas do parque.

Alguém na cadeia de comando havia mudado uma ordem crucial. O corpo de Levy levou mais de dez meses para ser descoberto — a setenta metros de uma das trilhas do parque. Um bombardeiro B-1 cedido pelos Estados Unidos respondeu ao seu chamado por socorro arremetendo e disparando dois mísseis… bem em cima das tropas que deveriam proteger.

Recentemente, levei um grupo de analistas a um museu em Washington, DC, e paramos diante de uma grande pintura — quase dois metros de altura por mais de quatro de largura — de James Rosenquist chamada Industrial Cottage [Chalé industrial]. O quadro mostra uma janela de moldura cinza no centro. O lado direito da obra tem em sua maior parte um fundo amarelo vivo pontuado por quatro brocas de furadeira. O mesmo vale para nossa atividade acadêmica, interesses pessoais e relacionamentos.

O CEO da Whole Foods,3 John Mackey, ainda sofre as consequências de uma descoberta de de que ele havia criado uma identidade fictícia nos fóruns do Yahoo para elogiar sua empresa e a si mesmo. Acho que ele fica bonitinho. Em março de ,7 o ex-lançador da liga principal de beisebol Curt Schilling enviou um tuíte congratulando sua filha adolescente por se comprometer com o time de softbol de uma universidade católica.

Nagel foi suspenso, intimado a depor perante um conselho de conduta para determinar ações disciplinares adicionais a serem tomadas e entregue à polícia. A ex-fraternidade de MacDonald o condenou publicamente, e ele prontamente perdeu seu emprego junto aos New York Yankees.

Articular efetivamente o que vemos permite-nos corrigir percepções equivocadas antes que elas prossigam adiante. Poderíamos ter deduzido incorretamente algo sobre o candidato ao emprego. Poderíamos estar interpretando mal um possível doador. O modo como você vive, as pessoas que escolhe amar e a maneira como as ama, sua forma de votar, as palavras que vêm à sua boca, o tamanho do mundo que você constrói para os seus, sua habilidade de influenciar as coisas nas quais acredita, suas obsessões, seus fracassos — todos estes componentes também se tornam a matéria-prima para a arte que você faz.

Somos todos comunicadores porque estamos todos em constante necessidade de comunicar. O primeiro passo: planejamento prudente. Da mesma forma, ainda que elas possam vir a nós de maneira espontânea e aparentemente sem pensar, devemos encarar as nossas palavras assim como o artista encara a tinta: uma ferramenta que deve ser cuidadosamente ponderada e selecionada antes do uso. Pense nas palavras que você regularmente utiliza.

Você banha o seu filho adolescente em verde neon quando ele responderia melhor a um cinza sutil? É claro que nenhuma cor é inerentemente boa ou ruim; tudo depende de quando e onde é usada. Palavras subjetivas podem ser usadas, ainda que com cuidado, em contextos sociais, enquanto palavras objetivas devem ser usadas para todas as demais situações.

Se frequência usadas em exageros. Por exemplo, considere o advérbio mal. Como o artista que escolhe uma paleta de cores, nós escolhemos as palavras que funcionam melhor, mas precisamos ir além.

A tinta pode ser aquarela, óleo ou acrílica. A tinta pode vir numa lata ou num tubo ou num spray de aerossol. O azul pode ser índigo ou cobalto ou marinho. Quando Alderete foi escolhido pela cidade de Pasadena, Califórnia, para participar no piloto do Programa Mural de Aprimoramento de Bairros, ficou entusiasmado.

Uma coisa que eu esperava que se tornasse um marco na cidade. Eu estava sem meus óculos. Ela por sua vez trouxe o gerente. Embora a garçonete discordasse, outros convivas confirmaram o relato de Lentini. Todos nós tivemos um ataque cardíaco [quando veio a conta]. Lentini pagou, relutantemente, depois levou a história para a imprensa. Em sua matéria para a NJ. Depois de fazer meu curso, o tenente Tom Holt, que coordenava a Força-tarefa de Furtos do Departamento de Polícia de Nova York, mudou a maneira como se comunicava com seus 24 policiais à paisana.

Na busca da especificidade, porém, lembre-se de ter cautela com suposições. Na verdade, a terminologia médica geralmente confunde ou assusta as pessoas. Enquanto estava em Londres, também concedeu uma entrevista ao vivo na BBC. Ela suaviza a sua fanny, levanta a sua fanny e firma a sua fanny. Elabore a sua mensagem de acordo com isso. A analista de casos pendentes do Escritório, Audrey Simkins, diz que a estratégia funcionou.

Plié, elevé, battement tendu. Parece elementar, e de fato é, sob muitos aspectos. Precisamos dizer aquilo que vemos. Em todo lugar aonde íamos, em vez de só conversar com ele como normalmente fazia, eu o estimulava a descrever detalhadamente para mim o que ele via. René Magritte, A chave dos sonhos, O quadro é de René Magritte, que frequentemente pintava palavras em suas imagens.

Apenas a esponja é aquilo que diz ser. Agora, vamos fazer você falar. Pegue as frases que escreveu sobre o quadro, encontre alguém e leia em voz alta. A arte é bem mais do que simplesmente adicionar tinta a uma tela; muitas vezes trata-se também de subtrair. A obra, American Rural Baroque [Barroco rural americano], de Ralph Steiner,31 capta uma cadeira de balanço de vime vazia projetando sombra numa varanda. A imagem é simples, contudo impressiona: os ornamentos da cadeira de balanço contrastam com as linhas retas da parede, piso, veneziana e coluna.

Ela narra uma história sobre a eloquência do vazio, sobre o romantismo de uma época passada. Incluir a presença humana teria arruinado a imagem, figurativa e literalmente, pois o magnífico desenho da cadeira desapareceria. A especialista em questões legais Cara W.

Carnaval justo festival carrossel cavalos cabine patos | Baixar vetores Premium

Como poderia falar sobre seus relacionamentos passados? Evitar monopolizar nervosamente a conversa? Quando o fazemos, simplesmente acabamos confundindo a pessoa com quem estamos conversando.

Fazem com que cada palavra conte. Para praticar a habilidade de destilar a linguagem precisamente, dê uma olhada na fotografia a seguir e descreva-a em uma frase apenas. Anote somente as suas observações, sem suposições ou inferências.

Lembrese das prioridades. Você consegue dizer onde esta foto foi tirada? As pessoas poderiam estar no Haiti, ou até mesmo nos Estados Unidos, mas serem de ascendência jamaicana. Mas lembre-se de que a garotinha é uma criança. Vamos dar uma olhada no resto da fotografia. Podemos ver apenas as faces de quatro delas, mas nenhuma parece estar aborrecida.

Estaria batendo palmas? E o homem no centro ao fundo? Olhe mais atentamente. Além disso, os bancos significam que o local é mais provavelmente uma igreja.

A probabilidade de haver uma arma escondida numa igreja é pequena. Onde fica a igreja?

instalações elétricas 16° edição - helio creder.pdf

Como se trata de uma foto e temos acesso ao fotógrafo, David Goldman, podemos obter respostas para algumas dessas perguntas. Vejamos se conseguimos montar a história com alguns fatos que faltam. Quem é? A criança é sua filha Jasmine Redd, de cinco anos. Onde é? Quando é? Terça-feira, 4 de novembro de Sim, tem. Vamos tentar outra foto, mas desta vez quero que você a descreva em apenas seis palavras.

Se o redator pôde fazer isso, você também pode! A verdadeira manchete de seis palavras para esta foto me chocou. A leitura da história que acompanhava a foto me esclareceu de muitas maneiras. A manchete era brilhante no sentido de ser correta, objetiva e provocante. Ela me fez ler o artigo para ver do que se tratava propósito maior de uma manchete de jornal , e eu mudei minhas suposições depois de lê-la.

Tudo por causa de seis palavrinhas. Eles corrigem e retrabalham. Quando John Singer Sargent tentava fazer seu nome na França, convenceu uma socialite, sua conterrânea americana Virginie Amélie Avegno Gautreau, a posar para ele. Paris inteira zomba dela! Mas foi tarde demais; sua carreira na França estava acabada.

Ele fugiu para Londres,37 dizendo aos amigos que estava considerando desistir totalmente da pintura. As pessoas cantavam. Crianças dançavam nos corredores. A exuberância só tinha começado; era simplesmente incrível. Hatfield, principal executivo do International Coal Group. As ações da empresa,42negociadas a onze dólares antes do acidente, caíram para pouco acima de um dólar em Estamos verificando seus sinais vitais.

Por favor, tenham paciência conosco. Em vez disso, corrija-o assim que possível. Bem ali? Anuncie no alto-falante. O segredo para ter êxito nessa tarefa envolve o que eu chamo de três Rs: repetir, renomear e remoldurar. Sejam as latas de sopa Campbell ou um grid com faces de Marilyn Monroe, uma vez tendo visto uma imagem de Warhol você nunca mais a esquece — porque a viu mais de uma vez no mesmo lugar.

O psicólogo organizacional dr. David G. A resposta para ambas as perguntas quase sempre é sim. Tudo bem. Entretanto, ficaram chocados ao descobrir na década de que nem toda moldura estava corretamente combinada com a obra de arte que lhe fora pretendida.

Após um exame mais meticuloso, descobriram que a moldura original de Winslow Homer para Right and Left [Direita e esquerda] era na verdade pequena demais para o quadro e escondia importantes detalhes do mesmo.

A moldura foi trocada55 e uma nova, maior, foi criada para permitir que Right and Left fosse plenamente apreciada. Um cego idoso estava sentado numa esquina movimentada na hora do rush pedindo dinheiro.

E a canequinha estava vazia. Tirou uma caneta da bolsa, virou o cartaz do outro lado e rabiscou uma mensagem nova no verso. Deixou o cartaz com o cego e seguiu seu caminho. Imediatamente as pessoas começaram a pôr doações na caneca. Quando ela ficou repleta, o cego pediu a um estranho para lhe contar o que dizia o novo cartaz. No final, a maioria dos participantes me diz que poderiam ficar comigo mais três horas.

A pia é mais central para esta pintura e para o processo que produziu a arte de Freud do que possivelmente qualquer outro elemento. Pieter Brueghel, o Velho, O pintor e o comprador, c. Ninguém possui uma resposta definitiva. E nós viramos as costas, sim. Este conversor no normalmente usado na prtica porque o secundrio do transformador de alimentao contm uma componente cc. A frequncia do ripple da tenso de sada 6fs, onde fs a frequncia da tenso de alimentao.

Os requerimentos de filtragem so mais simples que os demais conversores estudados. Surge ento a pergunta porque os conversores controlados em ponte so considerados de 6 pulsos?. Se os tiristores so numerados como mostra a Fig. Em resumo: Os tiristores apresentam resistncia nula ao sentido de conduo e resistncia infinita no caso oposto.

Um reator instalado ao lado c. As formas de onda para a sequncia de gatilhamento 14, 12, 32, 36, 56 e 54 so mostradas na Fig. A tenso mdia de sada dada por:. Importante quando da necessidade de operar o conversor como um inversor. I0 no pode ter sua direo em sentido oposto aos daqueles definidos pelas vlvulas.

PRIMARIA BAIXAR LIVRO CABINE

V0 negativa em conjunto com I0 positiva representam reverso de potncia. Existe uma converso de c. A potncia reativa suprida ao conversor possui sempre o mesmo sinal, isto , sempre reativa indutiva. Isto significa que ambos, o retificador e o inversor absorvem reativos indutivos dos sistemas c.

Com uma carga adequada a operao nos quatro quadrantes possvel, sendo, portanto o conversor dual tambm chamado de conversor de quatro quadrantes. Se uma ponte permite operao no primeiro e quarto quadrantes, a outra deve permitir operao no segundo e terceiro quadrantes. Logo, se uma ponte opera como retificador a outra deve operar como inversor, porm a tenso mdia de sada das duas deve ser a mesma ou muito prximas. Como as tenses mdias de sada das pontes tm polaridades opostas, estas devem ser ligadas em antiparalelo como mostra a Fig.

O conversor dual pode operar de duas maneiras: 1. Controlando simultaneamente ambas as pontes. Cada ponte acionada individualmente de acordo com o quadrante de funcionamento. O primeiro caso tambm conhecido como operao com circulao de corrente. Como as pontes so controladas de maneira tal que a soma de suas tenses mdias na carga zero, no h circulao de corrente contnua na malha formada pelas duas pontes.

Como as duas pontes trabalham em diferentes modos diferentes ngulos de disparo as tenses instantneas no so iguais, o que causa uma circulao de corrente alternada pela malha formada pelas duas pontes. Indutores so colocados para reduzir esta corrente de circulao, como visto na Fig. A operao de cada ponte igual a de um conversor formado por uma ponte individual. A corrente de circulao pode ser determinada por: wt. A corrente de circulao depende do ngulo de disparo e da indutncia L.

Mesmo em vazio o conversor ter uma corrente de circulao devido ao ripple no indutor. Isto permite uma mudana suave da corrente de carga de um quadrante para outro bem como uma rpida resposta dinmica em acionamento de motores eltricos.

A desvantagem deste modo de operao que a corrente de circulao aumenta as perdas, reduz o rendimento e o fator de potncia da estrutura.

Outra desvantagem est na presena dos indutores que aumentam peso, volume custo e rudo da estrutura. No segundo caso, ou sem circulao de corrente o gatilhamneto da ponte que no est em operao inibido. Um detetor de zero usado para determinar o ponto de mudana de acionamento de uma ponte para outra.

A velocidade de resposta do conversor dual com controle no simultneo afetada consideravelmente pelo retardo necessrio durante a mudana de uma ponte para outra.

Livro Cabine Primaria

O valor deste atraso depender da preciso com que o zero de corrente detectado. Tiristores precisam apenas de 50s a s para adquirir estado de bloqueio aps a corrente ter cessado.

Entretanto flutuaes no valor da corrente e certos elementos presentes no conversor snubbers dificultam e deteco exata do zero de corrente. A corrente de carga considerada sem ripple. Captulo 1 1 Cite os tipos de usinas de gerao de energia eltrica que voc conhece.

Captulo 2 Assinale falso F ou verdadeiro V nas alternativas a seguir: 1 Quanto ao tipo definimos subestao primria de consumidor de tenso inferior a 69 kV como: V Subestao simplificada e convencional. F Subestao automtica e semiautomtica. F Subestao motorizada e manual.

F Pode ser instalado apenas um transformador trifsico. V A medio fica no lado da alta tenso. V A proteo geral feita por disjuntor com desligamento automtico e rels. F Pode ser subterrneo ou areo, a critrio do consumidor. V Somente pode ser subterrneo. V Na entrada da subestao deve haver um para-raios para cada fase, especificado de acordo com a indicao da distribuidora. F A distribuidora local deve instalar o transformador e o disjuntor de alta tenso e o consumidor deve instalar o poste e os demais componentes eletromecnicos.

V obrigatrio apenas um transformador com capacidade de at kVA. Captulo 3 1 Desenhe o fluxograma de ligao de uma subestao. Consumidor solicita anlise de viabilidade. Consumidor elabora e apresenta o projeto da subestao para a distribuidora Distribuidora analisa o projeto e responde ao consumidor.

Sim Consumidor compra os equipamentos e constri a subestao. Consumidor envia carta de pedido de inspeo. O que isso significa?

Significa que essa unidade consumidora paga no somente a energia eltrica que consome, mas tambm a demanda que requer da rede eltrica. X Cabo para-raios, para-raios do tipo haste reta ou gaiola, pararaios do tipo vlvula. Para-raios automtico, para-raios mecnico, para-raios de gaiola. Automtica de mola, de manivela. So dispositivos destinados a realizar manobras de abertura e fechamento de um circuito eltrico durante um curto-circuito.

X So dispositivos destinados a realizar manobras de abertura e fechamento de um circuito eltrico sem carga. X A principal funo do leo no transformador refrigerar e isolar. X Tm a finalidade de reduzir a tenso e a corrente para alimentar a proteo e a medio. Tm a finalidade de elevar a tenso e a corrente para alimentar a proteo e a medio. No transformador de medio, quando ocorre um valor elevado de corrente, por exemplo, em um curto-circuito, ele satura, porque o medidor de energia no precisa registrar o que ocorre durante uma anomalia em um curto intervalo de tempo.

O TC de proteo possui um nvel de saturao muito mais elevado. Na ocorrncia de uma elevada corrente o TC a transmite para a sua sada secundrio , enviando essa informao ao rel de proteo. Caso o disjuntor venha a realizar a abertura de um curto-circuito de corrente superior ao valor que ele suporta, o equipamento pode se danificar durante essa operao.

Captulo 6 1 Que captulo da NR determina as premissas para a realizao de trabalho em alta tenso? Quando esse profissional for atuar com instalaes eltricas de alta tenso tenso superior a 1. Desligar refere-se a simplesmente promover a abertura da alimentao do circuito, ou seja, abrir o disjuntor ou a chave seccionadora.

O desligamento somente a primeira das seis etapas da desenergizao. O isolamento refere-se ao desligamento de outros dispositivos que isolem fisicamente o trecho da instalao eltrica onde ser realizado o servio. De acordo com o item Qual o valor de relao de transformao usado? Leia de graça por 30 dias. Livro Cabine Primaria. Títulos relacionados. Anterior no carrossel Próximo no carrossel.

Pesquisar no documento. Usina hidroeltrica Usina termoeltrica Usina nuclear Usina elica Cabine Primria 2 Qual a maior forma de gerao de energia eltrica no Brasil? Atravs das usinas hidroeltricas. Entre 13,8 kV e 18 kV. Respostas dos exerccicios 2 Nas subestaes com potncia acima de kVA: F Pode ser subterrneo ou areo, a critrio do consumidor.

Consumidor solicita anlise de viabilidade Distribuidora responde Cabine Primria H custo para o consumidor?