BAIXAR LIVRO ZOOLOGIA DOS INVERTEBRADOS


    Índice:

Livro de zoologia. Zoologia dos Invertebrados 6ªed - Ruppert, Notas de estudo de Zoologia. Universidade Federal de Baixar o documento. zoologia dos invertebrados Barnes (6 edição) - documento [*.pdf] INTRODUÇÃO Principais Esses animais são o assunto desse livro. Livro Zoologia Dos Invertebrados Brusca E Brusca Pdf Download > gilles-gauthier.info 2DJNgHL eefe Download full-text PDF. Experincias em.

Nome: livro zoologia dos invertebrados
Formato:ZIP-Arquivar (Livro)
Sistemas operacionais: Android. Windows XP/7/10. iOS. MacOS.
Licença:Grátis (* Para uso pessoal)
Tamanho do arquivo:61.19 MB

DOS INVERTEBRADOS BAIXAR LIVRO ZOOLOGIA

Barnes; Richard S. O as margens dos estreitos. Corpo basal Centríolo acessório. Reino Animalia 0 Metazoa Filo Nematoda. Heinemann Educational Books, London. Cabeça grandemente desenvolvida Fig. Em verde sistema digestivo, em vermelho sistema circulatório, em azul sistema nervoso e em amarelo sistema reprodutivo. Lista de Exercícios. A nica que abriga animais alados. Biologia Evolutiva Douglas Joel Futuyma. As hidras têm somente duas camadas Leia mais. Existem mais semelhanças ou diferenças? Com isso, o nome Radiata vem sendo abandonado pela maioria dos livros texto de zoologia. PDF para fazer o Download. Contribution No. No caso de homonímia, o novo nome recebe o nome do autor que identificou o problema e propôs o novo nome Podopteryx Sharov, é sinônimo sênior de Sharovipteryx Cowen, Freshwater Invertebrates of the United States. International Commission on Zoological Nomenclature. Uma grande abertura no topo do tubo. Invertebrados Calefoot, T.

zoologia dos invertebrados Barnes (6 edição) - documento [*.pdf] INTRODUÇÃO Principais Esses animais são o assunto desse livro. Livro Zoologia Dos Invertebrados Brusca E Brusca Pdf Download > gilles-gauthier.info 2DJNgHL eefe Download full-text PDF. Experincias em. desse livro. tenha se originado nos oceanos arqueozóicos bem zoologia dos invertebrados como um campo espe- profundidade e pode ser acentuado por. Pergunta Alguém tem em pdf o livro zoologia dos invertebrados de Gostaria de conseguir o livro de Hickman em pdf para estudar. Alguém tem PDF ou link para baixar do livro "Zoologia dos Invertebrados" de Adilson Fransozo??. Thaysa Carvalho. há mais de um mês. Carregar mais. Perguntas relacionadas. Alguém tem PDF ou link para baixar do livro "Zoologia dos Invertebrados" de.

Figura Estrutura geral de uma medusa. Fonte: Modificado de Mariana Ruiz Villarreal. Os gametas surgem da epiderme. Fonte: Foto de Stephanie Guertin. Medusas geral- mente livres e de grande porte fig. Nematócitos presentes na ectoderme e gastroderme, geralmente sem canais circulares.

Nematócitos presentes na gastroderme e epiderme. Gastroderme dividida por mesentérios. Em suas extremidades aborais, os mesentérios possuem cordões mesentéricos, faringe perfurada por um ou mais sulcos flagelados sifonóglifo.

Mesogléia é espessa. Os pólipos podem reproduzir-se de forma sexuada ou assexuada. Gametas surgem na gastroderme. Fonte: Foto de Nick Hobgood. Extremamente tóxicas. Corpo quase quadrangular em corte transver- sal. Além do mais, os Ctenophora possuem uma estrutura, usada na defesa e captura de presas, denominada coloblasto.

Existem milhares de belas fotos de recifes de corais na internet. Um novo folheto derivado do endoderma surge sendo chamado mesoderma. Os animais de simetria radial exploram o ambiente em todas as direções e apresentam um sistema nervoso difuso. Iniciaremos nosso estudo dos acelomados pelo seu grupo mais importante, os platelmintos.

Entre as Dividem-se em quatro classes, sendo três parasitas Trematoda, Monogenea e Cestoda e uma predominantemente de vida livre Turbellaria. Fonte: Modificado de Andreas Neudecker. Na simetria bilateral somente um plano divide o corpo do animal em duas partes, uma imagem no espelho da outra fig. Este plano é chamado de plano sagital.

Figura A mosca Eristalis alleni, mostrando o plano sagital dividindo seu corpo em duas partes. Fonte: USDA.

Os platelmintos possuem um sistema nervoso cefalizado, possuindo um gânglio cerebral anterior, de onde partem quatro cordões nervosos longitudinais que se interconectam. A maioria das 4. Seu deslocamento é resultado de movimentos musculares e deslizamento através do movimento ciliar no muco fig. Fonte: Foto de Richard Ling. Começaremos estudando os trematódeos. Nesta classe, encontram-se os vermes do gênero Schistosoma, causadores da esquistossomose, uma das grandes endemias tropicais.

Camada superficial sincicial; B. Camadas musculares, longitudinal e circular; C. A comida é levada para o intestino por bombeamento, graças à faringe muscular. Alguns como Schistosoma, possuem sexos separados e dimorfismo sexual. Isso se deve à necessidade destes vermes de se dispersarem no ambiente, aumentando a chance destes alcançarem um hospedeiro adequado. Os Trematoda possuem um ciclo heteroxeno, isto é, com dois ou mais hospedeiros. Neste trabalho usaremos o ciclo do Schistosoma mansoni, como exemplo fig.

Figura Ciclo do Schistosoma mansoni. O casal de S. Estes ovos atravessam a parede intestinal e caem na luz intestinal, sendo eliminados pelas fezes e ganhando o meio ambiente.

No caso de S. Figura Ovo de Schistosoma haematobium, exibindo um miracídio dentro dele por transparência e uma cercaria de S. Quando encontram um ser humano penetram na sua pele e ganham a corrente sanguínea, perdendo sua cauda neste processo. Os ciclos dos trematódeos envolvem basicamente estas fases descritas para Schistosoma.

Existem mais semelhanças ou diferenças? Neopolystoma fentoni n. Monogenea: Polystomatidae a parasite of the conjunctival sac of freshwater turtles in Costa Rica. Oswaldo Cruz [online]. Encontrando este hospedeiro os oncomiracídios se fixam e se desenvolvem em adultos.

Figura Ciclo geral de um Monogenea. Fonte: Modificado de Publication FA Este tegumento ainda protege estes vermes de serem digeridos no intestino de seus hospedeiros, onde vivem. Estróbilo ou corpo do verme, formado por unidades chamadas proglotes, que possuem individualidade alimentar e reprodutiva, isto é, podem se alimentar e reproduzir independentes umas das outras.

Os cestódeos podem atingir grandes comprimentos, como a Taenia saginata, que pode chegar a 8 metros de comprimento. Figura A. Escólex de Taenia solium, exibindo suas ventosas e ganchos; B. Escólex e colo de T. Ovo de Taenia sp. Fonte: Montagem feita com fotos do CDC. Estes vermes se desenvolvem se alimentando do alimento pré-digerido de seus hospedeiros. As larvas recebem nomes diferentes de acordo com a sua morfologia, por exemplo, as larvas de Taenia spp.

A figura 67 mostra o ciclo das tênias humanas, que usaremos de exemplo. Figura Ciclo das tênias humanas. Estes embriões chegam aos tecidos muscular, nervoso dos hospedeiros e se transformam em larvas cisticercos ; 4.

Os humanos se infectam ingerindo carne na verdade, tecido muscular crua ou mal cozida destes animais contendo as larvas da Taenia; 5. As larvas chegam ao intestino delgado humano, se fixam na mucosa intestinal pelo escólex e se desenvolvem em vermes adultos 6.

Neste trabalho, detalharemos dois filos blastocelomados como exemplo, os filos Rotifera e Nematoda. A maioria das mais de 2. Sua característica de maior destaque ao observador é a coroa ciliada que estes animais exibem em sua extremidade anterior fig. O rotífero rastejante Habrotrocha rosa.

O rotífero planctônico Brachionus calyciflorus. Este ovo resiste à origem a um organismo. Fonte: Modificado de Denekamp et al. BMC Genomics doi Sua epiderme pode ser celular ou sincicial e é recoberta por uma camada acelular chamada cutícula.

A cutícula é flexível, mas à elegans. Figura Corte longitudinal de um nematódeo de vida livre e corte transversal de Ascaris lumbricoides fêmea. Fonte: Modificado de Ivy Livingstone — Biodidac. Thoracostoma sp Enoplina. Acromoldavicus mojavicus Tylenchina: Cephalobomorpha.

Enoploides sp. Pontonema cf. Ceramonema sp. Latronema sp. Actinca irmae orylaimida. Fonte: Fotos de De Ley, P. A quick tour of nematode diversity and the backbone of nematode phylogeny January 25, , WormBook, ed. The C. Seu sistema excretor é formado por uma ou duas células renete que se conectam diretamente a um poro excretor ventral.

Consistem de um poço ligado ao meio anterior por um poro, que contém em seu interior uma glândula unicelular. A cópula ocorre com o macho abrindo a vulva da fêmea com uma espícula e transfere os espermatozóides por contrações do ducto ejaculatório.

Algumas destas mudas podem acontecer dentro do ovo, como é o caso de Ascaris. Em média possui de 1 a 3mm de diâmetro e pode chegar em até um metro de comprimento. Figura O Nematomorpha Spinochordodes tellinii adulto emergindo de um Meconema thalassinum. Fonte: Foto de D. Esta probóscide é reversível e pode ser armada com espinhos fig. A maioria deles se encontra dentro da classe de tamanho que abrange os organismos conhecidos como meiofauna. Procure na internet e liste as principais características destes filos.

O celoma, sendo um espaço preenchido por líquido, inicialmente resolve as limitações de tamanho impostas aos organismos acelomados. Atualmente, é um grupo extremamente diverso, sendo representados mais comumente pelos caramujos, lesmas, ostras, mexilhões, polvos e lulas Fig.

O bivalve Dreissena polymorpha Fig. Outros moluscos, como os gastrópodes do gênero Biomphalaria Fig. Figura Exemplos de moluscos prejudiciais ao homem e meio ambiente. Uma cabeça anterior pode estar presente em alguns grupos como os Gastropoda.

Figura Morfologia geral de um molusco generalizado. Em verde sistema digestivo, em vermelho sistema circulatório, em azul sistema nervoso e em amarelo sistema reprodutivo. Legenda: 1. Boca; 3. Concha; 4. Estômago; 5. Gônadas; 6. Celoma; 8. Nefrídio; 9. Manto; Cavidade do manto; Ânus; Brânquias; Pé; Hemocele; Intestino; Anel nervoso. Fonte: Desenho adaptado de Ruppert, E. Invertebrate Zoology 7 ed. Figura Morfologia da concha de um Nautilus. A concha é secretada em 3 camadas.

Células da camada externa do manto secretam essa camada. Em alguns moluscos, como cefalópodes, a concha pode ser interna. Fielding A. Hawaiian Reefs and Tidepools. Oriental, Morton B. Fotheringham, N. Common Newell, G. E, and Newell. Gulf Practical Guide.

Hutchinson Educational Ltd. Publishing Co. Gosner, K. A Field Guide to the Atlantic Seashore. The Peckarsky, B. L, Fraissinet, P. Peterson Field Guide Series. Houghton Mifflin Co. Freshwater Macroinvertebrates of Northeastern North pp. Cabo Haterras. Pennak, R. Freshwater Invertebrates of the United States. Gunson, D. Collins Guide to the New Zealand Seashore.

Nova posição: BANDA UNLIFE BAIXAR

John Wiley and Sons, New York. Collins, Auckland. Freshwater Invertebrates of the United Hayward, P. The Marine Fauna States.

Zoologia Dos Invertebrados 6Ed - Ruppert & Barnes

Protozoa to Molluscs. Introduction and Protozoans to Arthropods. Fauna und Flora des Mittelmeeres. Verlag to Chordates. Oxford University Press, Oxford.

Paul Parey, Hamburg. Hurlbert, S. Aquatic Ruppert, E. Press, Columbia. Kaplan, E. Reef Invertebrates. Sea Challengers, Monterey, CA. Synopses of the Marine Invertebrate Larvae. Keys to Marine Invertebrates of the Woods e descrições para grupos específicos de invertebrados. Hole Region. Contribution No. Sterrer, W. Marine Fauna and Flora of Bermuda. Kerstitch, A.

CABIO: A Vida dos Vertebrados disponível para baixar

Sea of Cortez Marine Invertebrates. Sea Wiley-Interscience, New York. Este trabalho é também Challengers, Monterey, CA. Kozloff, E. Hutchinson and Co. Revised Edition. University Zinn, D. Cape Hatteras. Marine Invertebrates of the Pacific Northwest.

University of Washington Press, Seatle. Guias de Laboratório Lincoln, R. G Invertebrate Animais: Dales, R. Practical Invertebrate Zoology. Collection and Preservation. Freeman, W. An Atlas of Invertebrate Luther, W. A Field Guide to the Structure.

Heinemann Educational Books, London. Mediterranean Sea Shore. Pierce, S. Illustrated Invertebrate Meinkoth, N. Oxford University Press, Oxford, pp. North American Seashore Creatures. Alfred Knopf, New Shermnan, I. The Invertebrates: York. Function and Form. Macmillan Co. Intertidal York. Invertebrates of Califórnia. Stanford University Press, Wallace, R. L, Taylor, W.

INVERTEBRADOS DOS LIVRO BAIXAR ZOOLOGIA

Invertebrate Palo Alto, CA. Este impressionante trabalho Zoology, 4th Edition. Macmillan Publishing Co. No caso dos lagos grandes, o ambiente altera-se radicalmente com o aumento da profundidade. Ambientes Terrestres Os animais terrestres vivem no ambiente mais severo. Nos animais maiores, isso leva ao desenvolvimento de sistemas circulatórios celômicos e vasculares sanguíneos.

Nós discutiremos a simetria bilateral em maior profundidade no Capítulo 5. A simetria radial é uma vantagem para a existência séssil, pois permite que o animal responda aos desafios do seu ambiente a partir de todas as direções. Os esqueletos, os envelopes ou os tubos encontram-se comumente presentes para sustentar ou proteger os animais sésseis contra os predadores móveis e os extremos ambientais. Membrana Celular A membrana celular separa o restante da célula do exterior.

LIVRO ZOOLOGIA DOS INVERTEBRADOS BAIXAR

Ao fazer isso, ela regula o interior da célula para um funcionamento ideal ao manter as condições internas mais ou menos específicas e constantes.

A estrutura em duas camadas da membrana celular resulta dos fosfolipídios opostos que a com- põem Fig. Cadeia de carboidratos Glicolipídio. Colesterol Proteína periférica Citoplasma Proteína do canal transmembranoso. As proteínas da membrana podem receber e transmitir sinais para o interior da célula e servem como pontos de ancoragem para as fibras citoesqueléticas. A própria membrana celular também pode exercer um papel esquelético.

Se, por outro lado, os lipídios forem particularmente saturados, como toucinho, a membrana fica menos fluida e mais rígida. O colesterol, que é um componente comum das membranas celulares, também reduz a fluidez da membrana. O axonema é envolvido por uma bainha que é contínua à membrana celular. A curvatura do flagelo é causada pelo deslizamento ativo dos duplos adjacentes entre si. Corpo basal Centríolo acessório. Raiz Fibra radicular microtubular. Na presença do trifosfato de adenosina ATP , o braço de um duplo prende-se a um duplo adjacente e flexiona-se, fazendo com que os duplos deslizem entre si por meio de um aumento.

Zoologia Geral e Comparada II - PDF

As ligações e flexões sucessivas fazem com que os duplos deslizem uniformemente entre si por uma distância suficiente para curvar o flagelo.

Todos os flagelos e cílios surgem do e ancoram-se no corpo basal que repousa imediatamente abaixo da superfície celular Fig. Um corpo basal forma o molde no qual organizam-se os axonemas em desenvolvimento.

Os braços de dineína encontram-se ausentes nos triplos. Princípios e Padrões Emergentes Nós encontraremos algumas exceções mais adiante. À medida que uma onda move-se ao longo do flagelo, a frente da onda em avanço gera uma força longitudinal para propelir a célula similarmente à maneira pela qual uma frente de onda em uma praia produz uma força longitudinal que move um nadador para o litoral Fig. As forças laterais setas delineadas cancelam-se.

À medida que aumenta a distância da superfície do organismo, as moléculas rompem-se até que se atinja a velocidade total da corrente.

Alguns materiais extracelulares entram em uma célula em buracos dimi- nutos na membrana celular que mais tarde contraem-se internamente Fig. Essas substâncias conjugam-se com receptores de membrana especí- ficos antes de internalizarem-se nas vesículas Fig. A Pinocitose. B Endocitose mediada por receptores. C Fagocitose. Uma das secreções animais mais difundidas, o muco, é um mucopolissacarídeo com um grande carboidra- to e um componente proteico menor.

Algumas secreções celulares permanecem presas à superfície externa da membrana celular para formar materiais esqueléticos extracelulares Fig. Embora tais fibras possam separar-se completamente da super- fície celular, elas frequentemente ancoram-se na membrana celular por meio de proteínas de superfície especiais fibronectinas e de glicoproteínas proteoglicanas.

É através de tais secreções celulares que muitos animais multicelulares tais como as esponjas prendem-se às superfícies ou envol- vem-se em envelopes esqueléticos. Revestimento de superfície.

INVERTEBRADOS ZOOLOGIA DOS BAIXAR LIVRO

A Secreções orgânicas. B Secreções minerais. A simbiose provavelmente surge através da fagocitose do autótrofo por parte das células heterotrófïcas. O autótrofo proporciona carbono orgânico excessivo proveniente da fotossíntese para o hospedeiro, e este proporciona determinados nutrientes tais como os compostos de nitrogênio e de fósforo para o autótrofo.

A rigidez ou a tos, eles exibem uma diversidade extrema. O citoesqueleto compõe-se fre- ais. As proteínas filamentosas po- cas de celulose no interior das vesículas alveolares dem formar uma malha de suporte densa denomi- para formar um esqueleto rígido Fig. A sua resposta relativa- denominado de espongioma. Contractile vacuoles and associated structures; their organization and function. Protozoa Quando a membrana inteiro a cada 15min. Tais campos recep- porém mais concentrado que o do ambiente ex- tores localizados diferenciam a "cabeça" da "cau- terno circundante.

Quando esse processo externo do organismo. Exis- alimento e achem parceiros. Em algu- como efetora. Ilustrado entre as espécies vivas através dos tipanossomatídeos. Nesses locomotoras: flagelos, pseudópodos ou cílios. O reino metazoa pode ser dividido em dois sub-reinos, sendo eles os invertebrados e os vertebrados. Todos eles fazem parte deste sub Reino. Para ser mais específico vejamos quais os filo que compões os invertebrados.

Basicamente se usa a filogenética para comparar o aparecimento de características novas.

Vamos começar dos seres com estruturas mais simples para os mais complexos. Seguindo a lógica evolutiva os animais mais simples foram os primeiros a surgirem no planeta Terra. Estes animais possuem um tipo celular chamado cnidócito que é utilizado para armazenar e injetar veneno em presas ou em predadores.

Os platelmintos é o filo dos vermes achatados e alguns de seus representantes podem causar algumas doenças em seres humanos. Podem causar doenças tanto em humanos e em outros animais.

Uma característica marcante nesses animais é a presença de anéis por todo o corpo. Seu sistema digestório é completo pois possui boca e ânus. Os moluscos possuem um sistema nervoso bastante desenvolvido, seu sistema digestório é completo e também possuem um sistema circular fechado.

Possuem uma grande importância econômica, pois podem ser utilizados como como alimentos e como ornamentos. Os moluscos podem ser divididos em três classes principais: os cefalópodes, gastrópodes e bivalves. O nome artrópode vem do fatos que esses animais possuem pés articulados. Outra característica marcante é fenômeno da muda ou ecdise, que consiste na troca do exoesqueleto de tempos em tempos para permitir que o animal continue crescendo.